O Questões Grátis disponibiliza mais de 600 MIL questões, de forma GRATUITA e SEM LIMITAÇÕES.

Instale o App Questões Grátis e estude melhor! No App você pode salvar os filtros, gerar estatísticas, e muito mais. Os botões para baixar o App se encontram no topo do site.

Logo abaixo você encontra milhares de questões. Para refinar sua busca, aplique os filtros desejados (buscar por disciplina, banca, cargo, ano...). Caso deseje excluir os filtros, clique em “Limpar Filtro”.

Para estudar, aplique os FILTROS abaixo:

A Constituição reconhece a importância do Ensino Religioso para a formação básica comum no período de maturação da criança e do adolescente que coincide com o Ensino Fundamental e permite uma colaboração entre as partes, desde que estabelecida em vista do interesse público e respeitando opções religiosas diferenciadas ou mesmo dispensa de tal ensino na escola. À escola cabem duas obrigações:

" Apesar de refutar a existência de Deus, o filósofo Alain de Botton advoga a favor das religiões. Segundo ele podemos nos engrandecer se soubermos extrair o melhor do legado transmitido pelas tradições espirituais de todo mundo." Por tradição entende se:

Texto para responder à questão

2018_03_15_5aaad3b7aaf7c.PNG

"Admiro-o." (5° parágrafo) Para manter coerência com a ideia desenvolvida no texto, ao conectar a frase citada com aquela que a antecede, pode ser empregada a seguinte expressão:

Delors (2001) aponta como principal consequência da sociedade do conhecimento a necessidade de uma aprendizagem ao longo de toda vida, fundamentada em pilares que são, concomitantemente, pilares do conhecimento e da formação continuada. São eles:

0 que se vem afirmando na literatura do uso de tecnologias e na experiência até aqui construída, é que no cenário escolar integrado com vivências em multimídia, estas geram:

1- dinamização e ampliação das habilidades cognitivas.

2- possibilidade de extensão da memória e de atuação em rede.

3- democratização de espaços e ferramentas.

4- manutenção de práticas pedagógicas alicerçadas na linearidade.

Estão corretos apenas os itens:

Em 1990 perpetuaram as aspirações por uma educação pública em bases realmente democráticas, para todos, como mencionadas na Declaração Mundial de Educação para Todos e na Declaração de Sala manca realizada em 7 e 1 O de junho de 1994 em Salamanca na Espanha, documentos que passaram a influenciar a formulação das políticas públicas de educação inclusiva, proclamando que: 1- toda criança tem direito fundamental à educação, e deve ser dada a oportunidade de atingir e manter o nível adequado de aprendizagem. 2- sistemas educacionais deverão ser designados e programas educacionais deverão ser implementados no sentido de se levar em conta a vasta diversidade de tais características e necessidades. 3- aqueles com necessidades educacionais especiais devem ter acesso à escola especial, nunca regulares, que deve acomodá-los dentro de uma Pedagogia centrada na criança, capaz de satisfazer a tais necessidades. 4- toda criança possui características, interesses, habilidades e necessidades de aprendizagem que são únicas. Estão corretos apenas os itens:

A Lei n° 8.069/1990 dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente. Para os efeitos desta lei, considera-se criança a pessoa:

É a forma interior da moral humana em que se realiza o próprio sentido do ser. É formado na percepção interior de valores, de que nasce o dever como expressão da consciência e como resposta do próprio eu pessoal. O valor moral tem ligação com um processo dinâmico da intimidade do ser humano e, para atingi-lo, não basta deter-se à superfície das ações humanas. Esse é o olhar dos Parâmetros Curriculares Nacionais de Ensino Religioso para:

O ser humano além de possuir uma exterioridade (corpo) e uma interioridade (psique), possui também um profundidade (espírito). O espírito é aquele momento da consciência que cada um se capta a si mesmo como parte de um todo e se pergunta pelo sentido da vida. São possíveis respostas norteadoras do sentido da vida e da morte a(o):

"Liberdade é o direito de fazer tudo o que as leis não proíbem" A Lei n° 9.475/1997 passa a vigorar com a seguinte redação.