O Questões Grátis disponibiliza mais de 600 MIL questões, de forma GRATUITA e SEM LIMITAÇÕES.

Instale o App Questões Grátis e estude melhor! No App você pode salvar os filtros, gerar estatísticas, e muito mais. Os botões para baixar o App se encontram no topo do site.

Logo abaixo você encontra milhares de questões. Para refinar sua busca, aplique os filtros desejados (buscar por disciplina, banca, cargo, ano...). Caso deseje excluir os filtros, clique em “Limpar Filtro”.

Para estudar, aplique os FILTROS abaixo:

Leia o texto e observe os mapas a seguir.

2018_03_14_5aa90a4c890ac.png

Os mapas acima representam a atuação das massas de ar no território brasileiro durante o verão e o inverno. A partir dos conhecimentos sobre a dinâmica das massas de ar no Brasil, no inverno e no verão, pode-se concluir que:

2018_03_13_5aa82f636fb73.png

O texto “O que as câmeras ainda na o mostram" apresenta como principal finalidade:

O gráfico abaixo mostra a evolução da populaça o carcerária no Brasil nos últimos anos. Observe-o atentamente e analise as afirmativas que se seguem sobre o sistema penitenciário brasileiro.

2018_03_14_5aa90a288586e.png

I. Para os críticos do sistema prisional brasileiro, o colapso gerado pela superlotação carcerária resulta numa situação em que a prisão não cumpre sua função de ressocialização do preso, pois, ao contrário de recuperar o homem encarcerado, piora-o, retirando qualquer possibilidade de se ajustar socialmente, uma vez que as unidades prisionais passaram a se constituir verdadeiras "universidades do crime".

II. Atualmente no Brasil existe um grave problema no que diz respeito ao funcionamento do sistema prisional: o fato de que, nos mutirões realizados pelo Poder Judiciário, os juízes analisam centenas de casos em que presos estão há mais tempo encarcerados do que o previsto em suas penas, contribuindo assim para elevar a população carcerária brasileira.

III. Até o ano 2002, quando o Brasil tinha uma população carcerária de menos de 200 mil presos, todas as unidades prisionais brasileiras serviam para reeducar o condenado. Para a maioria dos estudiosos do sistema penal brasileiro, face ao colapso do nosso sistema penitenciário, atualmente as prisões brasileiras não cumprem mais a função ressocializadora. Ou seja, o preso no Brasil não é mais reeducado para a sua ressocialização.

IV. Para os estudiosos do sistema penitenciário brasileiro, o colapso do sistema prisional e as rebeliões de presos constituem fatos preocupantes que justificam o alerta máximo da sociedade civil. Assim, as sucessivas rebeliões que eclodem pelos presídios do país, marcadas pelas ações de presos que tentam fazer valer seu próprio código moral, mesmo à margem da lei, vêm ganhando força em nosso país, evidenciando cada vez mais a linha tênue que existe em nosso país entre a democracia e a barbárie.

Assinale:

Assinado pelos 197 países da Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, em Paris, na COP 21, O ACORDO DE PARIS. O Brasil, um dos signatários, assumiu compromissos que foram, posteriormente aprovado pelo Congresso Nacional em agosto 2016 e o Brasil apresentou oficialmente a ONU suas metas.

Entre as metas podemos citar como corretas as:

1- Por meio do acordo, o Brasil assumiu oficialmente o compromisso de manter o aumento da temperatura média global em menos de 2°C acima dos níveis pré-industriais e de limitar o aumento da temperatura a 1,5°C acima dos níveis pré-industriais até 2100

2- o país se comprometeu a reduzir as emissões de gases de efeito estufa em 37% até 2025, na comparação com os níveis registrados em 2005; e em 43% até 2030.

3- Na agricultura, a meta brasileira é restaurar e reflorestar uma área de 12 milhões de hectares. Além disso, restaurar mais 15 milhões de áreas degradadas e aumentar em 5 milhões de hectares o sistema de integração lavoura pecuária e floresta.

4- no setor energético, o objetivo é aumentar a 18% o uso de biocombustíveis sustentáveis. O Brasil pretende atingir 45% de energias renováveis na matriz energética, sendo que desses 28% a 33% são de fonte não hídrica, incluída a energia eólica e a solar.

5- O país pretende ampliar em torno de 10% a produção de energia geotérmica

Mediterrâneo. O "Mar do sofrimento"

Há dias sem escrever algo ...

Estava pensando o que escrever! Me negava a escrever sobre essa corrente de imigrantes desesperados na travessia do Mar mediterrâneo, que hoje chamo de o “Mar do Sofrimento". Receio este, talvez, por não ter palavras para expressar sobre como o mundo é desumano e desigual. Mais vou começar. Talvez as palavras venham a surgir ... Gente ... amigos!

Em pleno século XXI, como podemos ver essas cenas de famílias serem desfeitas por separações temporais e eternas? Como podemos ver países sendo destruídos por conflitos fruto de vários fatores? Como podemos ver a ONU, União européia, Rússia e EUA numa situação dicotômica com relação ao governo de Bashar Al-Assad, produzindo uma situação que será duradoura de desumanidade? Como no mundo dos Homo sapiens - do latim "homem sábio"- não busca uma solução rápida para esse evento de deslocados e desterritorializados como nunca visto deste a 2ª guerra mundial? Como estes países poderosos – os do norte –, com seus parceiros do Oriente médio fiquem sem agir na questão da síria, no combate ao EI ( Estado Islâmico) e a outros grupos fundamentalista que geram terror? Será que cometeremos os erros do passado, o de deixar os próximos capítulos dos desesperos coletivos dos povos, neste momento, do norte da África e do sudoeste da Ásia (Oriente Médio) se resolva por si só? Minhas perguntas...

A tão sonhada “PRIMAVERA ÁRABE" ocidentalizante, vibrada e comemorada pelos ocidentais não teve o caminho pensado e idealizado. O desequilíbrio de forças, que mantinha essa região numa relativa organização geopolítica foram desfeitas. E agora? Mais uma vez, a dinâmica do mundo mostra que ações demoradas, numa situação que requer ações rápidas para buscar soluções humanitárias, não devem ser retardadas por causas de interessas econômicos e geopolíticos ... a 1ª e a 2ª guerras mundiais foram exemplos. Termino aqui com as palavras que me chegaram ao longo deste texto, com a convicção de que se demorarmos mais, na busca da solução do problema na origem (melhoria das condições de vida nos países repulsores), a situação tende a se tornar pior ainda e ainda mais complexa ... Infelizmente.

Sobre o fenômeno das migrações forçadas e os refugiados marque a alternativa INCORRETA:

2018_03_14_5aa909b837de6.png

A partir da leitura do texto acima, analise os itens abaixo sobre as atuais manifestações e movimentos populares que vêm ocorrendo em várias cidades do mundo, e em seguida, assinale a alternativa CORRETA:

I. O “Occupy Wall Street" é um movimento popular caracterizado pela liderança individual de grupos neonazistas e por sua composição por pessoas de várias etnias, gêneros e orientações políticas contrárias às decisões políticas favoráveis ao sistema financeiro.

II. Os movimentos populares semelhantes ao “Occupy Wall Street" não são, de modo geral, ligados a partidos políticos tradicionais, vistos pelos participantes de tais movimentos como representativos dos interesses dos governos comprometidos com o sistema financeiro global.

III. O movimento “Occupy Wall Street" resultou do grande interesse, na Europa, pelo debate político levantado pela eleição do Presidente Barak Obama em 2010 e de sua grande popularidade naquele contexto.

IV. No Japão, o “Occupy Wall Street" defende forte atuação do governo com o objetivo de defender a classe trabalhadora japonesa, objetivando a redução da prática denominada dumping social.

V. A crise econômica atual e o desemprego nos países mais ricos vêm dando origens a manifestações e movimentos populares destinados a questionar os fundamentos e o funcionamento dos sistemas político e econômico nesses países.

Assinale:

Considere as situações hipotéticas mostradas abaixo e responda a questão que se segue.

Astrolábio Passofundo, um agricultor gaúcho, comprou 300 hectares de terra na zona rural do município de Barreiras do Piauí, com o objetivo de residir e cultivar arroz no local.

Parte das terras adquiridas por Astrolábio está representada na figura a seguir, onde nas seções I e II estão: a vegetação de cerrado; as nascentes do rio Parnaíba; o curso do rio Parnaíba e a mata ciliar que o acompanha.

2018_03_14_5aa90a02ba340.png

Assinale a alternativa correta com relação à utilização das áreas I e II das terras do agricultor Astrolábio:

2018_03_13_5aa82f9917476.png

A opção em cujo(a) termo/palavra/expressa o destacado(a) do excerto apresentado ha uma afirmação INCORRETA em relação a denominação da estrutura linguística indicada entre parênteses é :