“Entre os 6 e os 18 meses, em concomitância com o Estádio do Espelho e com a constituição do eu (moi), o bebê vai perder a possibilidade que tinha inicialmente de vocalizar todos os fonemas. Ele fará uma “seleção" daqueles que são mais utilizados em sua língua materna.

Essa perda é concomitante, em termos metapsicológicos, à queda da voz enquanto puro objeto sonoro, e equivale à perda de gozo necessária à encarnação da linguagem". O fragmento acima apresenta uma concepção acerca do desenvolvimento do bebê, condizente com:

Date: 02/02/2021

Letra e